Adenoamigdalectomia

Adeno-amigdalectomiaCirurgia para remoção das amígdalas e das adenoides. As amígdalas se localizam na parede lateral da faringe e podem ser alvo de infecção, principalmente em crianças. A hipertrofia (aumento de tamanho) das adenoides pode causar nas crianças problemas de audição e respiração bucal.

Indicação:

Amigdalites resistentes aos antibióticos, apneia do sono, respiração bucal sem melhora com tratamento, febre, abscesso, amigdalite caseosa (mau hálito).

Procedimento:

Pode ser realizada em adultos e crianças maiores de dois anos, sempre com anestesia geral.

Duração de 30 minutos, acompanhada ou não da remoção das adenoides.

Existem diferentes técnicas de remoção. A dissecção a frio é feita com instrumentos cirúrgicos e a ligadura de vasos realizada com pontos. Na cauterização a amígdala é dissecada e os vasos cauterizados.

Orientações:

Fazer os exames pré-operatórios com hemograma completo e avaliação cardiológica. Após a cirurgia, dieta líquida- pastosa fria ou gelada nos três primeiros dias. No quarto dia adicionar alimentação pastosa morna. Do sétimo dia em diante, alimentação normal. Tomar pequenas quantidades de líquido a cada hora (200ml) e fazer repouso de uma a duas semanas.